PREFEITOS DO NORTE BAIANO DISCUTEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA E PRORROGAÇÃO DE MANDATOS COM MEMBROS DA CNM


Foto: Release

Uma representação da União dos Municípios da Bahia (UPB) reuniu-se nesta terça-feira (04) com membros da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Na ocasião a UPB foi representada pelo vice-presidente e prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim.

O encontro contou com a participação de diretores de entidades estaduais e do presidente da CNM, Glademir Aroldi e teve o objetivo de discutir duas pautas: reforma da previdência e unificação das eleições.

Sobre a previdência, o foco da discussão foi sobre o impasse da retirada dos Entes estaduais e municipais da proposta, o que vai ter impacto negativo em cerca de 2700 municípios brasileiros que têm Instituto de Previdência própria. Sobre a unificação das eleições o movimento municipalista se coloca a favor do pleito, uma vez que o custo de ter eleições a cada dois anos no Brasil é muito alto.

“Estamos vivendo um momento político que requer união para mostrar a força do municipalismo. Precisamos ficar atentos e não permitir que sejam aprovadas mudanças que prejudiquem nossos municípios”, disse Paulo Bomfim.

O encontro serviu como uma preparação para dois eventos importantes de articulação política do movimento nesta semana. O primeiro é o café da manhã com os deputados e senadores das frentes parlamentares dos municípios brasileiros (FMB) e do Pacto Federativo (FPPF). O segundo, a reunião do Conselho político da entidade, que conta com participação de representantes dos 26 Estados. Ambas as agendas estão previstas para esta quarta-feira, 5 de junho, na sede da CNM.

Da redação VALOR DO VALE, com Ascom Juazeiro

Previous EMPRESAS QUE PRIORIZAM USO DA TECNOLOGIA (REDES SOCIAIS) CRESCEM 9,5 MAIS
Next MINISTÉRIO SUSPENDE MAIS DE 120 MIL DECLARAÇÕES DE AGRICULTURA FAMILIAR

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.