HOMENAGEM PÓSTUMA: JOSÉ RAIMUNDO DOS SANTOS (NEGÃO DO EDSON)


Fotomontagem

A publicação de todas as segundas do  GENTE DE VALOR, cuja proposta é destacar pessoas do setor empresarial, profissionais liberais, personalidades política, gestores públicos, artistas e benfeitores sociais, hoje traz uma edição excepcional, desta vez para prestar uma homenagem póstuma.

JOSÉ RAIMUNDO DOS SANTOS (NEGÃO DO EDSON)

Na última quarta-feira (29), Juazeiro perdeu um filho, cujo nome é sinônimo de referência, quando o assunto é esporte e cidadania. José Raimundo dos Santos, popularmente conhecido como “Negão do Edson”, morreu aos 61 anos, vítima de complicações pela diabetes, no Hospital Regional de Juazeiro.

Torcedor do Botafogo, morador do bairro Santo Antonio, Negão do Edson teve passagem marcante pela vida, em diversos setores, tendo sido líder comunitário, participado de movimentos civis, incentivador da arte, mas foi ao esporte que dedicou sua vida, tanto como atleta de handebol, e por muitos anos como professor de educação física no Colégio Edson Ribeiro.

Em nota, o prefeito Paulo Bomfim lamentou o falecimento, destacando o papel importante que “Negão do Edson” teve para o esporte e para a cultura de Juazeiro por longos anos.

Por sua vez, o presidente de Câmara de Vereadores, Alex Tanuri destacou que Negão do Edson tornou-se figura emblemática desse Juazeiro que a cada dia mora na lembrança de todos que já ultrapassaram os 40 anos de idade. Autoridades locais e amigos se manifestaram pelas redes sociais, lamentando sua partida

DEPOIMENTOS SOBRE NEGÃO DE EDSON

O jornalista, professor de educação física, empresário do esporte, e também ex-atleta (maratonista),  José Carlos Santana, prestou uma homenagem em tom de desabafo: “Sobre Negão do Edson (Edson vem do longo tempo em que jogou e foi professor no colégio Edson Ribeiro).Ficam as lembranças do jogador de handebol, que atraia centenas de torcedores, nas memoráveis finais do Edson Ribeiro x Rui Barbosa (era lindo de se ver), mas fica também a decepção pela falta de reconhecimento da nossa sociedade que não valoriza seus ex atletas, ex técnicos e professores (há um nítido endeusamento dos astros de fora em detrimento dos valores da casa). Não há memória dos valores do passado, impedindo que a nova geração tenha referêencias, principalmente no esporte. Vá com Deus, pelo menos você será sempre lembrado na memória dos amigos.”

***

Clériston Andrade – Secretário de Governo

“A Educação e o Esporte de Juazeiro perdem um dos seus maiores nomes. Descanse em paz, professor José Raimundo. Aos seus amigos e familiares, meu desejo de que o Senhor possa trazer bálsamo sobre os seus corações.”

***

Rafael Leal – Jornalista

Esse cara fez parte da minha infância e adolescência. Os anos vividos no Edson Ribeiro não seriam os mesmo sem ele, Heber e Tonhão, com todo respeito aos demais da área do Esporte/Educação Física. Mantivemos contato, por afinidade familiar e ideológica. Trabalhamos juntos, em 2009. E sempre em contato. No seu aniversário de 60 anos, ele me convidou e fiz questão de ir. E foi massa! Com muito samba e sinceridade. Vai deixar muitas saudades, Negão. O nosso Negão do Edson.

PELA SUA HISTÓRIA PESSOAL E PROFISSIONAL, PELOS RELATOS, DEPOIMENTOS, POR TUDO ISSO

JOSÉ RAIMUNDO DOS SANTOS, É

Da redação VALOR DO VALE, com depoimentos.

Previous PETROLINA: SEBRAE OFERECE CAPACITAÇÃO PARA O SETOR DE GASTRONOMIA
Next CONHEÇA OS 7 HÁBITOS QUE LHE ROUBAM UM FUTURO DE SUCESSO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.