CONSTRUÇÃO DO CENTRO GASTRONÔMICO ACELERAM REVITALIZAÇÃO DE UM PATRIMÔNIO HISTÓRICO DE JUAZEIRO


A obra de construção do Centro Gastronômico de Juazeiro avança, com destaque para a revitalização de um patrimônio histórico, que até então estava esquecido: os antigos casarões da Companhia de Navegação do São Francisco (Franave).  A intervenção é fruto de um contrato firmado entre a Prefeitura de Juazeiro e a empresa concessionária Centro Gastronômico de Juazeiro. O objetivo é beneficiar uma área de aproximadamente 2.350 m² com requalificação e reforma do prédio obedecendo ao projeto arquitetônico, observando critérios e diretrizes de intervenção para projetos de restauração arquitetônica e reurbanização do entorno.

Pontos históricos dos antigos casarões como a caldeira, a estrutura em madeira do telhado (tesouras), as paredes erguidas em tijolinhos, bem como uma carranca localizada na fachada oeste do prédio serão totalmente restauradas, mantendo vivo um patrimônio histórico da arquitetura, localizado na margem juazeirense do Rio São Francisco (Orla II).

Emerson Castro, representante da empresa concessionária Centro Gastronômico de Juazeiro destaca que 17% do orçamento da obra, cerca de R$ 400 mil serão investidos na recuperação e revitalização dos aspectos históricos da construção. “Juazeiro é uma cidade diferenciada no aspecto histórico e cultural. Com foco nesse aspecto, os sócios empreendedores defendem a preservação e resgate desse componente que nos diferencia de outras cidades. Entendemos que não apenas no aspecto econômico isso é importante, mas torna-se essencial sob o ponto de vista de autoestima e exclusividade”, destaca Castro. 

De acordo com Emerson Castro empresas especializadas foram contratadas para executar cada especificidade da obra. “O madeiramento das tesouras que sustentam o telhado foram restauradas e vamos fazer um forro acompanhando o formato do telhado, onde as tesouras ficarão à mostra. Toda a fachada será revitalizada bem como a carranca que fica na face oeste do prédio e a maior parte das colunas está sendo descascada, recuperada e impermeabilizada. A antiga caldeira já teve removida toda a oxidação, aplicação de anticorrosivo, o primeiro polimento e uma nova camada de tinta foi dada devolvendo o seu aspecto original. Tudo isso para recuperar e manter os aspectos históricos desse equipamento”, acrescenta o empresário Emerson Castro.

O secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano, Hemerson Guimarães, explica que o papel da equipe SEDUR, além de elaborar todo o projeto também é acompanhar e fiscalizar a obra, garantindo assim o cumprimento dos prazos estabelecidos em contrato, critérios e diretrizes inerentes a restauração arquitetônica, entre outros itens.

“A proposta contempla a implantação completa do Centro Gastronômico, que contará com oito ambientes: 6 restaurantes, um parque infantil e uma cervejaria. A empresa vem seguindo o prazo estabelecido em contrato com a prefeitura rigorosamente, inclusive mantendo turnos de trabalho nos 7 dias da semana para garantir que a obra seja concluída dentro do cronograma estabelecido. Estamos todos trabalhando para que muito em breve a população juazeirense possa usufruir desse importante equipamento”, garante o secretário Hemerson Guimarães.

FONTE: SEDUR

Previous INSCRIÇÕES ABERTAS PARA OFICINAS SOBRE CULTIVO DE MANGA EM JUAZEIRO
Next AOS 88 ANOS, MORRE O FILHO MAIS ILUSTRE DE JUAZEIRO, JOÃO GILBERTO, O PAI DA BOSSA NOVA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.