CONHEÇA OS 7 HÁBITOS QUE LHE ROUBAM UM FUTURO DE SUCESSO


Divulgação

O empreendedorismo está presente em cada um de nós, alguns desenvolvem, outros não. São infinitas ideias, projetos, desejos, anseios, mas, no final, todos buscam um único resultado: SUCESSO. Mas, o que significa o sucesso? Muitas pessoas ainda acham que o sucesso é obra do destino, coisa de quem tem sorte, e, portanto, não precisam fazer nada até que ele chegue.

É claro que, para se alcançar sucesso, além das boas ideias e projetos, é preciso  trabalhar muito, mas, além disso, existem fatores imateriais, de natureza comportamental, que são extremamente determinantes para que ele aconteça. Sobre esse tema, o VALOR DO VALE conversou com a Executive Business Coach Francisca Benvenuto, CEO do Instituto Benvenuto, autora do e-book DONA DA MINHA VIDA. Segundo ela,   “As pessoas tendem a confundir fama, que é algo passageiro, que pode transformar-se em um rótulo verdadeiro ou falso, com o sucesso, que é um sentimento sublime, de quem sabe valorizar toda a jornada, incluindo os fracassos.”.

Foto: arquivo pessoal

Do seu E-book, com a devida autorização, extraímos uma dica especial sobre o tema, como ela mesma chamou de “A verdade que ninguém nunca te contou sobre 7 hábitos que ROUBAM um futuro de SUCESSO”. Então vamos a eles:

1. PRENDER-SE AO PASSADO

Evite falar no que deu errado como se fosse responsabilidade do universo e nunca sua, aprenda a se perdoar, sim você errou, erra e vai errar muito ainda. Mas, perdoe e libere tudo isso, entenda que o seu passado e os seus fracassos te trouxeram até aqui, foram experiências (boas ou ruins) e você precisou aprender com elas.

Fator de risco – se você não se desprender do seu passado você não construirá um futuro brilhante.

2. INCOMODAR-SE COM O SUCESSO ALHEIO

Inspirar-se é extremamente positivo, mas quando você começa a ter um sentimento de incomodo com as conquistas de outras pessoas, pare cuidado! Existem pessoas que torcem pela derrota dos outros, sentem inveja e machucam isso é doentio! E acredito que você não quer se tornar um individuo assim.

Fator de risco – ser mal vista pelas pessoas a sua volta, todos nós sabemos reconhecer uma pessoa invejosa e ninguém quer estabelecer laços com esse tipo de pessoa, a menos que sejam iguais a ela, então se policie, pois com o tempo isso volta para você.

3. TERCEIRIZAR A CULPA

Você tem um discurso que não chegou onde queria por conta de sua mãe, de sua sogra, seu marido, seu filho, sua irmã, seu vizinho, seu chefe, a chuva o vento? Você precisa estar presente na sua história, pare de reclamar! Reclamar demais gera desconforto em quem vive ao seu redor, ninguém gosta de conviver com uma pessoa que só vive reclamando, será que você se tornou uma pessoa assim?

Fator de risco – a tendência é que aos poucos as pessoas vão se afastando de você.

4. FOCO ERRADO

Se por acaso você dorme com ideias e acorda com críticas, dívidas morais e financeiras, talvez você esteja usando o seu tempo com o foco no problema e não na solução. É igual desejar comer algo e não ter tempo, dinheiro ou não saber fazer, mas você quer de qualquer jeito comer, ou seja, o foco esta no desejo e não no caminho que você vai usar para ter aquilo, entende? Isso é viver estagnada, percebe que assim não irá a lugar algum?

Fator de risco – viver andando em círculos e não se enxergar, alimentando cada vez mais o problema até ao ponto dele crescer desordenadamente sem solução.

5. ATITUDE NEGATIVA

Chega de não valorizar suas conquistas, não espere, use aquele perfume guardado, aquele sapato que você comprou a muito tempo, a roupa que você comprou para ir aquela festa, pare de ficar reclamando daquelas coisas que nunca aconteceram, faça uma conexão do seu EU MELHOR, meditando ou orando, pare de sonhar, tenha objetivos no lugar de sonhos, faça metas menores, metas diárias para estimular sua batalha, divida seu ano em etapas metas possíveis de serem alcançadas faz de você uma vencedora, não gera frustrações.

Fator de risco – você pode não entender mais seus propósitos se perder no caminho e começar a desisti cada vez mais fácil dos seus objetivos ás vezes até sem tentar.

6. ESTAGNAÇÃO

Acorde da inércia levante cedo, planeje seu dia, escreva sua lista por ordem de urgência e prioridades, desligue as redes sócias, abra seu e-mail em horários específicos, não se faça refém de seus vícios de comportamentos. Existem ladrões de tempo, conversa fiada, falar da vida alheia, ficar muito tempo preso às tecnologias digitais, faz com que você fique dormente, faz com que você não exista!

Fator de risco – vícios de conexão com redes sociais de maneira compulsiva sequestra a sua realidade você pode virar realmente um avatar, sendo tele transportado para um mundo irreal enquanto o mundo real continua existindo.

7. NÃO SABER OUVIR

Você é do tipo que atrapalha o outro, quando esta conversando? Você é do tipo que a fofoca em sua agenda diária? Isso faz de você uma pessoa má, que ninguém confia, as pessoas se afastam de você e nunca vão te dizer, que é esse o motivo, afaste-se de pessoas desse nível, esse tipo de pessoa não é digna de acompanhar você rumo, ao seu idealizado futuro, lembre-se, pessoas sábias não se alimentam de assuntos alheios elas falam de ideias e soluções.

Fator de risco – se você não souber ouvir, você nunca será ouvida, as pessoas não darão crédito e não se importarão com o que você precisa.

BAIXE AGORA O E-BOOK: DONA DA MINHA VIDA

Da redação VALOR DO VALE.

Previous HOMENAGEM PÓSTUMA: JOSÉ RAIMUNDO DOS SANTOS (NEGÃO DO EDSON)
Next PETROLINA: SENAI OFERECE CURSO DE FABRICAÇÃO DE PÃES ARTESANAIS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.