BALANÇA COMERCIAL TEM SUPERÁVIT DE US$ 1,5 BILHÃO NOS PRIMEIROS DIAS DE SETEMBRO, DIZ GOVERNO


EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DIMINUÍRAM NA COMPARAÇÃO COM 2018. NO ACUMULADO DESTE ANO, SALDO COMERCIAL SOMA US$ 33 BILHÕES, QUEDA DE 12,1% EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO.

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (9) que a balança comercial registrou um superávit de US$ 1,539 bilhão nos primeiros oito dias de setembro.

Quando as exportações superam as importações, o resultado é de superávit. Quando acontece o contrário, o resultado é de déficit.

EXPORTAÇÕES

De acordo com o governo, as exportações no período somaram US$ 4,811 bilhões (queda de 4,7% contra setembro de 2018).

Nessa comparação, houve recuo nas vendas de produtos manufaturados (-11,8%) e de semimanufaturados (+17,9%), mas cresceram as exportações de produtos básicos (+5%).

IMPORTAÇÕES

As importações, ainda segundo o governo, totalizaram US$ 3,272 bilhões (queda de 11,9% na comparação com 2018).

Recuaram os gastos com aeronaves e peças (-83,6%), combustíveis e lubrificantes (-44,8%), veículos automóveis e partes (-28,9%), instrumentos de ótica e precisão (-17%) e adubos e fertilizantes (-9%).

ACUMULADO DE 2019

Na parcial deste ano, segundo o governo, a balança comercial registrou um saldo positivo de US$ 33,082 bilhões.

Embora o saldo acumulado seja positivo, houve queda de 12,1% na comparação com o mesmo período de 2018, quando o superávit chegou a US$ 37,641 bilhões.

De acordo com o governo, no acumulado deste ano, as exportações somaram US$ 153,450 bilhões (queda de 5,1% na comparação com o mesmo período do ano passado). A média diária foi de US$ 887 milhões.

As importações somaram US$ 120,368 bilhões, recuo de 3% em relação ao mesmo período de 2018. A média diária foi de US$ 695 milhões.

SALDO E PROJESSÕES

No ano passado, a balança comercial registrou superávit de US$ 58,3 bilhões. Com isso, o saldo positivo ficou 13% abaixo do registrado em 2017. O valor foi assegurado principalmente pela exportação de produtos básicos.

A expectativa do mercado financeiro para este ano é de nova queda do saldo comercial. Segundo pesquisa realizada pelo Banco Central na semana passada, a previsão para 2019 é de um saldo positivo de US$ 52 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior.

O Banco Central, por sua vez, prevê um superávit da balança comercial de US$ 46 bilhões para este ano, com exportações em US$ 243 bilhões e importações no valor de US$ 197 bilhões.

O Ministério da Economia estima que o saldo positivo da balança comercial para este ano some US$ 56,7 bilhões, com US$ 234,5 bilhões de exportações e US$ 177,7 bilhões de compras do exterior.

FONTE: G1

Previous ABECS ELEVA PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO DO SETOR DE CARTÕES PARA ENTRE 17,5% E 19,5% EM 2019
Next ENTRE AS PESSOAS QUE USAM CHEQUE ESPECIAL, 40% FAZEM ISSO TODOS OS MESES, DIZEM SPC E CNDL

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.